Sorte é nascer

Todos nós ouvimos historias de pessoas que criaram fortunas do zero, histórias que incentivam outros a lutar pelos sonhos. Amazon, Microsoft, Apple, Google, foram projetos que começaram na “garagem” e Jeffrey Bezos, Bill Gates, Steve Jobs, Sergey Brin e Larry Page sonharam e acreditaram que era possível.

Olhamos para estas pessoas como “génios”, agora que alcançaram um patamar invejável e para muitas pessoas são uma inspiração, mas antes de começarem a fazer o primeiro desenho, a primeira ideia e o primeiro projeto, eram pessoas sem grande impacto na sociedade, eram pessoas que lutavam por sonhos tal como eu ou você. É fácil dar-lhes todo o mérito agora que são bem-sucedidos, mas ninguém lhes deu os parabéns quando começaram a agir, aliás alguns poderão ter sido classificados como loucos.

Tenho um amigo, o Pedro Dias, com um projeto muito bem-sucedido, a Piranha, uma empresa de desenvolvimento e comercialização de produtos de tatuagem. É uma referência nacional e internacional e tem levado o nome de Portugal aos quatro cantos do mundo. Hoje tem o apoio e o reconhecimento de todas as pessoas e identidades que o rodeiam, o que é fantástico. Tenho um carinho muito especial por este projeto, pois acompanhei-o desde o início, como amigo e fornecedor de serviços de marketing e publicidade. No entanto, nos primeiros dias deste projeto, quando nem sequer havia indústria de tatuagem em Portugal, só havia uma pessoa que realmente acreditava neste projeto, o próprio Pedro Dias.

 

Até começarmos a procurar os nossos sonhos, estamos todos em pé de igualdade, não há “génios”! Existem as pessoas com sonhos e que os perseguem, e existem os outros que se resignam a viver uma vida comandada pelos outros (o que também não tem mal nenhum, se for uma escolha consciente).

 

Enquanto está a ler tudo isto, existem milhares de pessoas bem-sucedidas a usufruir da sua riqueza. Estas pessoas tornaram sonhos em realidade, e se eles conseguem, qualquer um consegue, porque tal como eles, somos humanos.

Tenho a certeza que também terá os seus sonhos e as suas ambições. Quem não as tem, está resignado a viver uma vida comandada por outros, o mais incrível, é que estes “outros” têm sonhos e provavelmente está a trabalhar para os sonhos destas pessoas.

Acredito que todos temos o direito de sonhar. Pense nisto, vivemos num planeta que se formou à bilhões de anos atrás, vestígios e fósseis revelam que poderá ter existido vida há 3,7 mil milhões de anos e provavelmente, assim o esperamos, continuará a existir vida ao longo dos próximos milhões de anos.

Imagine esta linha de vida do nosso planeta, quase infinita, porque dificilmente temos uma perceção de um espaço temporal tão grande. Já reparou que algures no meio desta linha, num espaço temporal que em média ronda os 80 anos, foi-lhe dada a oportunidade de viver uma experiência no planeta terra, tem noção da sorte que teve? Tem noção que você é o resultado único de uma combinação de genes dos seus pais numa possibilidade gigantesca de combinações.

 

Como quer viver esta oportunidade? Como quer viver estes anos? Além de ter tido muita sorte em nascer, não terá outra oportunidade.

 

Olhando para este prisma, deveríamos nós estar tão atentos ao materialismo, ao consumo e às vaidades? Ou deveríamos viver uma vida em plena harmonia com a natureza? Desprendidos de bens e ambições? Tenho a certeza que outras pessoas responderiam que sim, para algumas pessoas a perceção de posse de bens e poder simplesmente não existe, vivem em total harmonia e paz com o universo. Bem, confesso que ainda não cheguei a esse patamar, nem sei se pretendo chegar, talvez um dia pense nisso.

O meu objetivo hoje, é ter o dinheiro suficiente para não me preocupar com ele, ter tempo suficiente para não me preocupar com o tempo, ter bens o suficiente para não me preocupar com eles…

Este livro não ensina a ganhar milhões de euros em pouco tempo, se é isso que esperava, então peço desculpa se o título do livro o levou ao engano. O que tento mostrar neste livro é que é possível realizar todos os seus sonhos, mas para isso, é preciso olhar para si, perceber o porquê de não o estar a conseguir, alterar a forma como está a agir e lutar até os realizar. É isto que estou a fazer comigo próprio diariamente.

Hey! só um segundo...

Se quiser receber as minhas dicas por email, inscreva-se em baixo. Se não tiver interesse feche este popup.